Assim…do nada?

O que Michael Bay e Steven Spielberg estão pensando? Que podem nos levar ao cinema e assim… do nada nos apresentar histórias mirabolantes, nos entreter, causar ansiedade, estresse, até tonteira? Que podem colocar o inimaginável à nossa frente e fazer-nos acreditar que aquilo ali pode acontecer? Fazer com que voltemos às nossas infâncias para aproveitarmos um pouco mais de uma fase tão boa e cheia de novidades para logo em seguida nos atirar em direção a um futuro desconhecido completamente desprevenidos? Assim… do nada? Nos provocar com carros e mulheres do outro mundo? Querem que a gente acredite no que eles criam? Nos impressionar com sua genialidade criativa, riqueza de detalhes, requinte de produção e acabamento? Causar-nos? O quê? Querer que a gente saia satisfeito do cinema depois de 2 horas e 30 minutos de filme? Fazer com que gente grande fique pensando, nem que por alguns minutos, se suas histórias ficcionais podem mesmo acontecer no futuro? Fazer a gente comer pipoca no cinema sem acertar a boca, que fica aberta mas que é impossível acertá-la diante de tanta ação?

Clique para ampliar.

Pois conseguiram. Ganharam “sim” com louvor em todas as perguntas. Transformers 3 é um filme absurdo, no melhor sentido da palavra – grande, inacreditável, facinante, intrigante, eletrizante,  mirabolante e muito mais. Juntar Michael Bay e Steven Spielberg é como juntar goiabada “com” queijo, Romeu “com” Julieta, carro “com” estrada, como mostra a música “Assim sem Você”, de Claudinho e Buchecha – é uma combinação perfeita. Dois gênios da indústria cinematográfica. Michael Bay é um diretor jovem, de apenas 46 anos, e já tem em seu currículo filmes como Bad Boys, A Rocha, Armagedon, Pearl Harbor, a Ilha e a trilogia Transformers. É ousado e controverso para alguns. Spielberg é hors concurs (“ó concur”) e precisaria de 20 páginas para elencar seus sucessos de direção e produção. Ambos estão entre os top. E quanto a Hitchcock (Pássaros, Psicose, Janela Indiscreta)? E quanto a Stanley Kubrick, Roman Polanski, David Lynch, Eastwood, Coppola, Oliver Stone? E os ótimos Antoine Fuqua (Dia de Treinamento, Rei Arthur), Steven Soderbergh (Erin Brockovich, Traffic, 11,12,13 Homens e …), Irmãos Cohen (Bravura Indômita, Fargo), Tarantino (Cães de Aluguel, Pulp Fiction, Kill Bill)? Claro! São tops também, todos são fabulosos, mas estamos falando de outro estilo, meu caro leitor.

Clique para ampliar.

Poucas vezes em uma trilogia o terceiro filme consegue ser igual ou melhor que o primeiro. Mas, para mim, eles fizeram o impossível – o terceiro é melhor “que os três juntos”. Para quem gosta de ação, ficção, produção, acabamento e show, pode comprar o ingresso. E boa sorte com a pipoca.

Sobre João Viégas

Consultor e professor de Pós-graduação e MBA em Marketing e Comunicação, autor e editor do livro 'tempo.com - A comunicação esquecida em tempos de Internet', articulista da revista Moda Brasil Magazine, palestrante em comunicação e professor de Língua Inglesa.
Esse post foi publicado em Cinema, Entretenimento e marcado , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Assim…do nada?

  1. Lívia Viégas disse:

    Ahhhhhh, agora já são dois filmes que vou ter que ver até o fds! Meia Noite em Paris e Transformers já estavam na minha lista, agora deu mais vontade ainda. Estou certa que vai valer cada centavinho que vou deixar na bilheteria. Não sei aí, mas aqui o cinema é o “zoinho da cara”, então tem que valer muitoooo!!! Bjão!

    Curtir

  2. Fella Bródi disse:

    E eu acrescentaria na lista um dos meus favoritos Michael Mann de Miami Vice, O Reino, Fogo contra Fogo, Colateral entre outros.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s