Os 10 filmes da sua vida

Sabe quando você assiste a um filme pela 10ª ou 20ª vez e ainda se emociona? Aquele filme cheio de referências em você, mas que com apenas uma delas já seria o bastante para levá-lo ao cinema ou a assisti-lo em DVD, no computador ou na Sessão da Tarde quantas vezes fossem? Pois é, Rocky II é um desses para mim. Acabei de assisti-lo pela, sei lá…, perdi a conta. Sylvester Stallone é um gênio, mas para a academia de filmes dos EUA ele é praticamente um filho bastardo de Hollywood, se pudermos colocar assim. Para mim, ele merecia indicação, tanto por Rocky, um lutador quanto por Rocky II, por sua atuação. Entretanto, já ganhou como melhor filme e direção na edição do Oscar de 1977 (correspondente aos filmes de 1976) com o primeiro filme, Rocky, um lutador. Tem tanta coisa nesses filmes que eu precisaria de um post exclusivo, mas resumindo: precisa de um ânimo? Assista Rocky.

Aqui vão meus Top 10 Best Movies Ever (não estão na ordem porque é impossível), com uma breve descrição do motivo principal que os coloca nos top 10. Lembre-se, filmes que marcaram, não filmes simplesmente legais. Há muitos filmes ótimos, verdadeiros blockbusters,  mas que não necessariamente marcam, porque são apenas bom entretenimento, e há outros também fora de minha época que são clássicos mas nem por isso marcaram tanto.

  1. Um Sonho de Liberdade (Shawshank Redemption, 1994) – Tim Robins e Morgan Freeman nos papéis de Andy Dufresne e Ellis “Red” Redding. Um filme sensacional sobre o triunfo humano sobre o sistema e as dificuldades, com fotografia invejável, roteiro e ritmo de primeira, além da direção magistral de Frank Darabont. Roteiro de Frank Darabont e Stephen King. A gente sai maior e muito inspirado depois de ver este filme que é baseado em um conto de Stephen King (“Rita Hayworth and Shawshank Redemption”), um autor controverso no meio cinematográfico e conhecido mundialmente por suas histórias de suspense e terror.
  2. Os Goonies (The Goonies, 1985) – Sean Astin, Josh Brolin e Jeff Cohen nos papéis de Mikey Walsh, Brand Walsh e Chunk, sem nos esquecermos, é claro, de John Matuszak, o “Sloth” da família Fratelli. História de Steven Spielberg e direção de Richard Donner. Os Goonies é um clássico do público infanto-juvenil que marcou a década de 80 de forma singular. Aventura, mistério, caça ao tesouro, bandidos, “booby traps” (armadilhas), piratas, primeiro beijo e uma trilha sonora empolgante e divertida completam o imaginário de qualquer criança. Impossível não gostar. O detalhe é que Sean Astin foi o personagem central de Os Goonies quando tinha 14 anos, mas parecia menos. Tempos depois: Samwise Gamgee, o Sam de o Senhor dos Anéis.
  3. Dança com Lobos (Dance with Wolves, 1990) – Kevin Costner no papel do Tenente John Dunbar. Um filme com forte apelo masculino mas dirigido pelo próprio Kevin com uma sutileza incrível, levado por uma trilha sonora que não sai da sua cabeça por 3 noites, fazendo você se transportar no tempo e se colocar na época da guerra civil americana, onde uma história de amor nasce entre um soldado americano e uma americana criada por uma tribo indígena Sioux.
  4. O Conde de Monte Cristo (The Count of Monte Cristo, 2002) – Jim Caviezel e Guy Pierce nos papéis de Edmond Dantès e Fernand Mondego disputam o amor de Mercedes. Uma história incrível escrita pelo célebre autor francês Alexandre Dumas (o mesmo de Os Três Mosqueteiros), com direito a tesouro, luta de espadas, romance, injustiça, vingança e final feliz. Com ótimas atuações, um filme que, como “Um Sonho de Liberdade”, fala dos desencontros que a vida promove e na superação depois das dificuldades. Prato cheio.
  5. A Noviça Rebelde (The Sound of Music, 1965) – Julie Andrews e Christopher Plumer nos papéis de fräulein Maria e Capitão Von Trapp. O melhor musical de todos os tempos, para mim, que não sou afeito a musicais. História de amor simples durante a tomada nazista sobre a Áustria, com atuações impecáveis e trilha sonora que conquista qualquer um. Para assistir com a família, no sábado à tarde. Sou suspeito porque conheço a cidade de Salzburg, na Áustria, onde o filme foi rodado e também os sets de filmagem.
  6. Platoon (Platoon, 1986) – Charlie Sheen, Tom Berenger e Willem Dafoe nos papéis do soldado Taylor, sargento Barnes e sargento Grodin, respectivamente, vivem as atrocidades da guerra do Vietnã. Com direção de Oliver Stone, trilha sonora de fazer chorar, textos longos em monólogo interpretados pelo então iniciante Charlie Sheen, trazendo o drama e as dificuldades do campo de guerra. Eu tinha 10 anos quando vi esse filme e acho que pela época em que foi feito e pelo texto supera todos os outros do gênero.
  7. A Trilogia O Senhor dos Anéis (The Lord of the Rings, 2001, 2002, 2003) – Elijah Wood, Ian McKellen, Sean Astin, Orlando Blom, Viggo Mortensen, Cate Blanchett, entre outros, performam um dos divisores de água da indústria cinematográfica. Uma fábula medieval, ou romance de fantasia, como queira, na Terra Média, que arrematou 17 oscars – 4 para a Sociedade do Anel, 2 para As Duas Torres e 11 para O Retorno do Rei. Nove horas de filme inexplicáveis. Esta trilogia impressiona pela riqueza de detalhes, pelas atuações, pelas locações, pela história, pela continuidade, pelos figurinos e pela trilha sonora. Coisa de menino que não consegue arrancar os olhos da tela. Incrível!
  8. A Trilogia De Volta Para o Futuro (Back to the Future 1985, 1989, 1990) – Michael J.Fox e Christopher Lloyd nos papéis de Marty McFly e Doctor Emmet Brown. Esta trilogia traz a ficção científica de um jeito muito especial – com aventura e humor. Produção de Steven Spielberg, tinha que ser. A magia dos anos 50 nos EUA e todo o movimento Pop Art, que teve seu ápice naquela época, com sons, estilos e cores inconfundíveis. De Volta Para o Futuro é aquele filme que quando você vê que está passando na TV você fala: “Ó, De Volta para o Futuro, vão vê?” Um filme para ter e passar de geração para geração.
  9. Homens de Honra (Men of Honour, 2000) – Cuba Gooding Jr., Robert De Niro e Charlize Theron nos papéis de Carl Brashier, Capitão “Billy” Sunday e Gwen Sunday em uma impressionante história real do primeiro negro na história a se tornar Mergulhador Chefe de Combate da Marinha dos EUA, que esteve nos sets de filmagem acompanhando todo o processo de gravação. Uma das melhores atuações de De Niro, em minha opinião, que teve Cuba Gooding Jr. também extra inspirado. A gente assiste ao filme inteiro esperando a cena do tribunal em que Carl Brashier é forçado a se levantar de uma cadeira, sem ajuda, tendo tido uma das pernas amputadas em um acidente e usando uma prótese de plástico, vestindo o novo equipamento de mergulho que pesava quase 130 kg e dar 10 passos até a mesa da Corte Naval Americana. De arrepiar e de fazer chorar. História, roteiro e atuações de primeira.
  10. Rocky (6 filmes) (Rocky, 1976, 1979, 1982, 1985, 1990, 2006) – Sylvester Stallone, Talia Shire, Burt Young, Burgess Meredith e Carl Weathers nos papéis de Rocky Balboa, Adrian, Paulie, Mick e Apollo Doutrinador e uma das franquias cinematográficas mais bem-sucedidas da história. O primeiro filme, Rocky, um lutador, foi gravado em 28 dias, com um custo de 1,1 milhão de dólares e rendeu aproximadamente 225 milhões de dólares no mundo todo. Stallone escreveu a história e o roteiro e dirigiu 4 dos 6 filmes. O “bobão musculoso” que muitos acham arrecadou só 1,25 bilhão de dólares com a franquia. Fraco de cérebro, não acha? Rocky é uma história de vida bem contada, com sutilezas que apenas aqueles que querem ver enxergam. Atuações impecáveis de Stallone, Burgess Meredith, seu treinador, e de Carl Weathers, o Apollo. Filme de garoto mas que conheço muita menina apaixonada pelo filme.
E você? Quais os 10 filmes que mais marcaram sua vida? Comente aqui.

Sobre João Viégas

Consultor e professor de Pós-graduação e MBA em Marketing e Comunicação, autor e editor do livro 'tempo.com - A comunicação esquecida em tempos de Internet', articulista da revista Moda Brasil Magazine, palestrante em comunicação e professor de Língua Inglesa.
Esse post foi publicado em Cinema, Entretenimento, Midia e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

12 respostas para Os 10 filmes da sua vida

  1. Rogerio disse:

    Cara e a Trilogia de Guerra nas Estrelas? Pra mim é um clássico, inclusive pelos efeitos especiais… na época não tinha igual.
    Abs.

    Curtir

    • Cara, Guerra nas Estrelas é demais, mas é entretenimento pra mim, de melhor qualidade, mas não tem aquela coisa que marca, entende? Aquela coisa que te obriga a assistir, falta um elemento – o “5º elemento”…kkkk, que é bem mais ou menos, por sinal.

      Abraço!

      Curtir

      • Rogerio disse:

        Pra mim marcou muito pois foi o 1º filme que vi no cinema (antigo Palladium).
        E outra pela época do filme, 1976 se não me engano, aqueles efeitos especiais me deixaram de “cara”.
        PS. Não sei se foi Guerra nas Estrelas ou O Campeão que vi a 1ª vez no cinema…

        Curtir

      • Tem isso. Cara e ET? ET foi show pela coisa inusitada, né? Coisa de Spielberg. Sempre o inusitado.

        Curtir

  2. Rogerio disse:

    Meus 10.
    – Guerra nas Estrelas
    – Poderoso Chefão
    – Sonho de Liberdade
    – Sociedade dos Poetas Mortos
    – Forrest Gump
    – Senhor dos Anéis
    – Os Goonies (Lembrou bem, nem lembrava mais)
    – Platoon
    – Trilogia Kevin Costner – Wyatt Earp, JFK, Os Intocáveis
    – Origem e O Livro de Eli (empatados)

    Curtir

    • Trilogia Kevin Costner foi boa!😀 Tb curti muito esses 3. Putz, Sociedade dos Poetas Mortos é show tb! Curti muito Origem mas ainda não assisti Livro de Eli. Comecei uma vez dentro do avião mas aí eu troquei por aquele da Sandra Bullock (The Blind Side) que é sensacional tb!

      Curtir

  3. Heloisa Velloso Coutinho disse:

    Ei, João. Que saudade dos nosso comentários sobre filmes durante as aulas!
    Bom, esse exercício de eleger os meus “top 10” foi difícil… acabei elegendo meus “top 11” e fazendo algumas outras referências.

    O campeão é CINEMA PARADISO, que me emociona a cada vez que vejo o filme. A trilha do Ennio Morricone é maravilhosa.
    QUASE DEUSES (história real da criação da técnica do transplante de coração)
    MINHA VIDA NA OUTRA VIDA (história real envolvendo reencarnação)
    HOMENS DE HONRA, que também me emociona sempre que vejo.
    UM SONHO DE LIBERDADE
    VOLTAR A MORRER (suspense antigo com Emma Thompson e Andy Garcia)
    CHICO XAVIER, O FILME
    SOCIEDADE DOS POETAS MORTOS
    EM NOME DE DEUS (histórioa de Heloise e Abelardo)
    BUTCH CASSIDY AND SUNDANCE KID (com Paul Newman e Robert Redford, tem a famosa cena da bicicleta com a música “Raindrops keep fallin’ in my head”)
    E, como 11º, AMOR ALÉM DA VIDA.

    É de fato muito difícil escolher só 10 ou 11. O CARTEIRO E O POETA e CLICK. Este último pode parecer um filme bobinho, do tipo sessão da tarde, mas pode não ser assim se quem o assiste optar por buscar algo mais no filme.

    Isso sem falar da “trilogia” O SILÊNCIO DOS INOCENTES, HANNIBAL e DRAGÃO VERMELHO. Estes não fazem parte a lista dos filmes com os quais aprendi alguma coisa muito importante pra minha vida, mas fazem parte da lista daqueles que gostei muito de ver, Assim como BABEL e DÈJÁ VU.

    Beijos

    Curtir

    • Show de bola! Nosso Lar e Chico Xavier eu colocaria na minha seção de “hors concours”. They’re a whole different deal.😀 Quase Deuses é sensacional! Entraria pros top 11também..rs Minha vida na outra vida é bem legal mesmo. Não me lembro de ter assistido Voltar a Morrer. Dèja vu é massa demais. Não vi Babel ainda. A “trilogia” O SILÊNCIO DOS INOCENTES, HANNIBAL e DRAGÃO é muito legal, embora o destaque pra mim seja The Silent of the Lambs mesmo. É difícil escolher, são tantos.😀

      Curtir

  4. Luiz disse:

    Cara, dificil eu escolher. São tantos que não conseguiria coloca-los em uma lista. (não me lembraria), mas consigo me lembrar do último filme que assisti e que me emocionou, que foi O Discurso do Rei, acho que maioria das pessoas que vê esse filme não deixa de torcer pelo Rei, especialmente no momento clímax do filme.

    Mas eu me lembro também de dois filmes que voce me indicou e que gostei muito: Los Angeles Cidade Proibida e claro, não poderia deixar de ser, Sonho de LIberdade. Sempre que vejo esse filme (semana passada) marca não pela excelente estória do filme, mas pelo fato de tantas vezes ter ouvido você elogiá-lo. Umas 500.000 vezes pelo menos (rsss)

    Abração

    Curtir

    • Luiz, o Discurso do Rei é realmente muito bom. O Colin Firth e o Geoffrey Rush dão um show de interpretação. Filme lento e tal mas exatamente como vc falou quanto a todo mundo torcer por ele na hora H. Assino.
      Los Angeles – Cidade Proibida é sensacional também. E quanto a Um Sonho de Liberdade…rsrs bom saber. Sou suspeito.😀 Mas vc podia largar a mão de preguiça e fazer uma listinha aí, hein, ô!😀

      Curtir

  5. Evandro disse:

    João, uma coisa que preciso fazer mais é assistir filmes e minha lista será com os que me ocorrem agora:
    – Um Sonho de Liberdade
    – Forrest Gump
    – ET
    – A Lista de Schindler
    – O Último dos Moicanos (sobretudo pela trilha sonora)
    – A Procura da Felicidade
    – Alien – O Oitavo Passageiro

    Curtir

    • Fala, Evandro! Blz, meu velho? Show de bola sua lista também! Na realidade é difícil pra caramba escolher entre tantos, né? Acredite ou não, eu não vi A Lista de Schindler ainda. Quando saiu, eu andava evitando filmes muito fortes, coisa de momento, mas agora encaro legal. Forrest Gump é mesmo doido, mas quando saiu eu não gostava do Tom Hanks, aí tinha resistência. ET é clássico, né? Spielberg! A trilha de O Último dos Moicanos é massa mesmo. A Procura da Felicidade é de matar, o Will Smith é muito fera, muito mesmo, sem contar a história, direção e o roteiro daquele filme. Alien é legal, mas hoje me atrai menos, bem menos.
      Se precisar de dicas, eu tenho uma listinha fina que tá meio desatualizada dos filmes que vi, mas tem uns 1000 filmes que vi lá.
      Abração e valeu pela leitura e comentário!

      Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s